Especulações: Top 10 cards que devem subir ou cair de valor com o Ano do Mamute

O Ano do Mamute está vindo! E com ele, uma nova série de cards e a tão temida (e aguardada) rotação do formato Padrão. Além das séries que vão rotacionar, a Blizzard anunciou que mais 6 cards do set Clássico também vão deixar o formato. Com isso, mesmo sem ainda conhecer nenhum card da próxima série, já é possível ter uma idéia de que cards tendem a ganhar mais valor e quais devem ficar mais enfraquecidos.

Seguindo sugestão de um amigo, Jorge Domecildes, eu elaborei uma lista de 10 cards que acho que devem subir de valor e 10 que vão precisar de ajuda com Un’Goro para continuar vendo jogo.

Sobem:

  • Fandral Guenelmo (Fandral Staghelm): Fandral já é um card muito forte, um dos melhores lendários na minha opinião. Mas o nerf vindouro e a rotação devem fortalecer ainda mais o Jade Druid, que possui um matchup excelente contra deck mais lentos, e com isso esse card deve ficar ainda mais forte.
  • Xaril, Mente Envenenada (Xaril, Poisoned Mind): embora tenha visto bastante jogo assim que os Deuses Antigos foram lançados, Xaril acabou sendo jogado para escanteio pelo Saqueador de Tumbas. Agora a saída dele abre espaço na curva do 4 para esse mantídeo voltar aos decks de Ladina.
  • Aya Patanegra (Aya Blackpaw): se a previsão da ascensão dos Golens de Jade se comprovar, espere para ver a Aya por muito tempo no formato.
  • Murquinja, a Estrela (Finja, the Flying Star): a saída do Draco Lazúli abre um rombo na curva de 5 da maioria dos decks no formato. Esse murloc já tem visto seu uso combinado ao Guerreiro Guelrazul e o Líder Guerreiro Murloc aumentar em decks além daqueles que usam a Murloucuro para finalizar o jogo, como Piratas, Druida e até mesmo Aggro de Ladina. Como um card capaz de gerar bastante valor por apenas 5 manas, é possível que o Ninja dos Mares esteja apenas começando a deixar a sua marca no formato.
  • Larápio Valentão (Burgly Burglar): outro lacaio de 5 manas capaz de gerar valor por meio das Moedas, os seus 6 pontos de vida o tornam bem difícil de ser combatido sem ser por meio de feitiços. Algumas listas de Reno Mage já o utilizam e é bem possível que ele apareça em mais decks após a rotação.
  • Poção de Fogo de Dragão (Dragonfire Potion): a saída dos vários dragões da Montanha Rocha Negra e do Grande Torneio, além do próprio Draco Lazúli, deve reduzir drasticamente a presença deles no formato, o que torna a poção mais eficiente como ferramenta de controle de mesa.
  • Anciente da Guerra (Ancient of War): se a tendência de reduzir a velocidade do formato se mantiver e os Golens de Jade realmente tomarem conta do formato, esse paredão 5/10 deve ser peça integral do formato.
  • Ysera e Medivh, o Guardião (Medivh, the Guardian): surgem como boas alternativas de finalizadores para os decks que vão perder o Ragnaros, o Senhor do Fogo.

 

Descem:

  • Kazakus, Mestre Escriba Solia (Inkmaster Solia) e Raza, o Acorrentado (Raza, the Chained): ainda precisamos saber qual (se é que haverá algum) será o incentivo que Un’Goro trará para os decks highlander, que perderão a sua principal peça de defesa contra os decks agressivos com a partida do Reno Jackson. Eu acredito que esses decks ainda verão jogo de alguma maneira, mas não devem ser tão fortes quanto antes.
  • Agente Draconídeo (Drakonid Operative): o card que ressuscitou o Sacerdote agora depende de suporte, já que a maior parte dos cards que habilitavam a sua habilidade vão se despedir do formato padrão.
  • Kun, o Rei Esquecido (Kun, the Forgotten King): a saída da Aviana destrói o combo com ela, que foi a única maneira que esse card encontrou para ser jogado no padrão.
  • Bloco de Gelo (Ice Block): enquanto a saída do Reno Jackson indicava que os Magos reverteriam de volta ao Freeze Mage, a rotação da Lança de Gelo somada à saída do Imperador Thaurissan colocou panos frios (desculpe o trocadilho!) nesses planos. O potencial de burst agora é muito menor e é bem possível que o deck não sobreviva à rotação.
  • Preparação (Preparation), Edwin VanCleef e Aventureiro em Missão (Questing Adventurer): a rotação do Ocultar representa uma perda enorme para o Miracle Rogue, que perde os turnos absurdos de compra de cards que seguiam um Leiloeiro Ocultado. Além disso, as listas de Aventureiro também faziam bom uso da Furtividade. Pra comprometer de vez, as saídas do Draco Lazúli e do Saqueador de Tumbas atingem em cheio o deck. Provavelmente a Ladina sofrerá uma reformulação drástica na maneira de construir decks.
  • Manipulador Sem-rosto (Faceless Manipulator): outro card afetado pela rotação do Imperador Thaurissan somado à saída do Poder Esmagador eliminam o combo com o Leeroy Jenkins. Seu outro uso era em algumas listas de Shaman Control, mas a tendência é a queda no seu uso após a rotação.

Por fim, é importante ressaltar que muito do que foi dito aqui ainda está no reino da especulação pois ainda não temos nenhum card de Un’Goro revelado e isso é o que de fato vai determinar quem vai jogar e quem vai virar um monte de pó arcano.