Deck: Quest Rogue

Quando os cards de Un’Goro começaram a ser revelados, a grande expectativa era saber qual a Missão de cada classe. E quando a Missão da Ladina foi revelada, a reação foi bem diversa entre os jogadores e eu me incluo nessa. O efeito era poderoso sim, mas a grande dúvida era se alcançar os seus objetivos era fácil o suficiente para justificar montar um deck em volta da recompensa.

Com o lançamento de Un’Goro, vários jogadores por na prática essa questão e a resposta foi que, sim, é fácil o suficiente ativar a Missão e receber o Núcleo de Cristal. Desde então, várias e várias versões do Quest Rogue começaram a pipocar no formato e rapidamente ele se tornou um dos decks mais comuns no modo Jogo.

Para esclarecer qualquer dúvida, a Missão é cumprida jogando-se um lacaio 4 vezes e isso é feito normalmente através de efeitos que o devolvem para a sua mão. Mas isso também pode ser alcançado comprando cópias extras dele, seja naturalmente ou seja através da Cápsula de Clonagem. Os Elementais da Chama gerados pela Fada do Fogo e pelo Elemental Ígneo também são boas maneiras de 4 lacaios com o mesmo nome.

Mas qual a melhor versão? Essa é uma pergunta ainda sem resposta, mas existe um núcleo de cards que tem se mostrado imutável em todas as listas e o restante é preenchido de acordo com o gosto do freguês. Esse núcleo é composto de:

  • 1x Cavernas nas Profundezas
  • 2x Passo Furtivo
  • 2x Barqueiro de Geringontzan
  • 2x Mestre Cervejeiro Jovem
  • 2x Cápsula de Clonagem
  • 2x Preparação
  • 2x Roubadachim
  • 2x Marujo dos Mares do Sul
  • 2x Engenheira Novata
  • 2x Javali Pedratusco
  • 1x Remendo, o Pirata

O que usar no deck além desses 20 cards tem se mostrado um ponto de divergência entre os jogadores. Muitas listas usam Sumir, como mais um card para ativar a Missão com outros usos, como, por exemplo, retornar todos os seus lacaios com investida para uma nova onda de ataque. Feitiços como Punhalada pelas Costas, Eviscerar e Leque de Facas são comuns de serem encontrados. A lista de lacaios baratos para ganhar valor com o Núcleo de Cristal que já observei jogando contém Fada do Fogo, Estilhaço Glacial, Elemental Ígneo, Guerreiro Guelrazul, Rastejante de Golakka e até, pasme, Fogo-Fátuo. Tristão e Professora Violeta buscam abusar da criação de Tokens para criar um exército de monstros 5/5, Edwin VanCleef tem bastante sinergia com os diversos cards de baixo custo, além de ficar enorme se invocado após o Núcleo (os bônus se aplicam depois de ele ficar 5/5, portanto o que seria um Edwin 6/6, torna-se 9/9) e cards como Oráculo da Luz Fria e Chá de Cardo são ferramentas para fechar o combo mais rapidamente.

O que de fato usar, nesse momento ainda parece ser bem da preferência de cada jogador, pois como o Quest Rogue se trata de um deck recente e que joga de maneira bem diferente da maioria, não há ainda a lista definitiva.

Substituição de lendários no Quest Rogue:

  • Cavernas nas Profundeza – troque de deck
  • Remendo, o Pirata – o pirata mais odiado de Hearthstone cai muito bem nesse deck, pois você naturalmente já quer jogar com Roubadachim e Marujo dos Mares do Sul e tem usos para a versão piorada do Remendo ao usar Javali Pedratusco. Porém ele não é essencial à estratégia e pode ser substituído por qualquer outro card que você considere melhor para o seu plano de jogo. A lista acima pode dar algumas sugestões.

 

Deck Quest Rogue