Construindo um deck na Arena

A Arena é uma parte importante de Hearthstone, embora muitos jogadores não deem o seu merecido valor. Para mim é a melhor fonte para aumentar a sua coleção, especialmente para que não quer gastar dinheiro com o jogo. Além disso, requer um conjunto de habilidades diferentes do modo Jogo: na Arena, Tempo e Curva de Mana são os aspectos mais importantes do jogo, ao passo que no muitos decks da Ladder priorizam Card Advantage.

A mudança do formato da Arena de Livre para Padrão, embora tenha reduzido as opções de cards, tornou-a, na minha opinião, bem mais desafiadora. Por outro lado, deixou bem mais disparatada a diferença entre algumas classes.

Para mim, na Arena atual Jaina Proudmoore reina acima de todas as outras classes, pois tem acesso na raridade de comum/básico a cards que seriam normalmente Épicos em outras classes – Golpe Flamejante, Portal das Terras do Fogo e Bola de Fogo, entre outros. Ladina e Paladino ocupam o segundo degrau no ranking, Bruxo, Sacerdote e Caçador ficam no meio e Xamã, Druida e Guerreiro são as piores opções.

Nesse vídeo, eu escolhi o Mago e tive bastante sorte em algumas opções, com acesso a 2 Pyros, 3 Arcanóloga (com 3 Segredos para comprar) e 2 Portal das Terras do Fogo. Por outro lado, não tive acesso às principais remoções diretas da classe – Bola de Fogo, Seta de Gelo e Polimorfia. A curva de mana também ficou boa – no formato Livre eu não ficaria feliz com uma quantidade de 3-drops igual à de 2-drops, mas agora é mais difícil ter 2-drops em quantidade suficiente.

O prospecto para o deck era bom e isso se confirmou com um resultado de 12-2, perdendo um jogo para um Salvassol Tarim Descoberto pela Tortuguita (Defensor da Colina) e outro para um mulligan ruim onde não consegui deter o ganho de Tempo do oponente. Pyros é simplesmente um monstro na Arena e Portal das Terras do Fogo um dos cards mais injustos do formato.

arena